Campeões da Stock Car Brasil

Compartilhar

A competição foi criada pela Associação Brasileira de Revendedores Chevrolet e teve como inspiração a americana Nascar. A primeira corrida da Stock Car aconteceu no dia 22 de abril 1979, no autódromo de Tarumã, em Viamão-RS, e contou com a participação de dez carros, que possuíam a mesma concepção mecânica dos veículos de passeio sem os revestimentos internos.

Guiando um Opala 250 S, Affonso Giaffone venceu as duas corridas da rodada dupla, se tornando o primeiro piloto a vencer na Stock Car, mas o grande campeão da temporada inaugural foi Paulo Gomes.

A década de 80 para a Stock Car é um período marcado por evolução e consolidação da categoria no país. Os carros ficaram mais velozes e itens de segurança foram agregados e a média de publicou nas corridas chegou a 50 mil pessoas. Em 1982, a Stock Car realizou sua primeira corrida no exterior, no autódromo de Estoril, em Portugal.

A partir de 1987, a carenagem dos carros passou a ser inserida sobre o chassi do Opala, com equipamentos de segurança mais sofisticados e ganhando em aerodinâmica e no desempenho. No final da década, mais precisamente em 1989, começou a hegemonia de Ingo Hoffmann, com seis títulos consecutivos.

Na década de 90, para manter a inovação na Stock Car, a General Motors passa a produzir um protótipo monobloco com o chassi do Opala e a organizar a competição, realizando rodadas duplas em conjunto com a Fórmula Chevrolet. A partir de 1994, a categoria adota como veículo o Omega, adaptado para as corridas.

Entre 1990 e 2000, os campeonatos foram dominados por Ingo Hoffman, que conquistou oito títulos no período, sendo seis consecutivos. Apenas Paulo Gomes, em 1995, e Chico Serra, em 1999, interromperam a hegemonia do “Alemão”.

Anos 2000 – A Stock Car aposenta os carros adaptados para corrida e passa a competir com bolhas que simulam um veículo sobre um chassi tubular, fabricado pela JL, empresa do ex-piloto Zeca Giaffone. Em 2001, a Vicar, organizadora do evento até hoje, passa a gerenciar a competição.

A partir de 2003, os carros passam a usar motores de oito cilindros importado dos Estados Unidos pela JL. A Categoria passa também a ser multimarca com a entrada de outras montadoras, como Mitsubishi, Peugeot e Volkswagen, além da Chevrolet, parceira da categoria desde o início. As equipes passam a usar a telemetria para ter mais informações e controle sobre o comportamento do carro.

A década também foi marcada pelo grande número de pilotos competindo, com 40 carros no grid em 2005. No mesmo ano também foi realizada uma corrida inédita em Buenos Aires. Três anos depois foi realizada a primeira Corrida do Milhão, que deu o prêmio de US$ 1 milhão ao vencedor Valdeno Brito. No ano seguinte a categoria estreou nos circuitos de rua, com uma prova em Salvador que terminou com a vitória de Cacá Bueno.

Década 2010 – O sucesso da Stock Car nos autódromos e a exposição na TV começaram a atrair grandes pilotos com passagens nas principais categorias do automobilismo mundial, como Rubens Barrichello, que conquistou seu único título no seu segundo ano na Stock Car.

O grid atual é um dos mais competitivos da história da categoria, com oito pilotos tendo em seu currículo passagens pela Fórmula 1. A chegada, em 2018, de dois campeões mundiais da Fórmula E – Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi, eternos rivais -, traz ainda mais tempero à receita consagrada da principal categoria do automobilismo brasileiro.

A igualdade no equipamento é garantida, entre outros itens como chassi, motor e câmbio igual a todos, pela gasolina podium da Petrobras e dos óleos lubrificantes Lubrax, trazendo o máximo desempenho para os 33 carros do grid da Stock Car.

Em 40 temporadas, a Stock Car tem 17 pilotos campeões. O grande recordista de títulos é Ingo Hoffman. Dono de 12 títulos da categoria, o “Alemão” disputou 30 temporadas e obteve 77 vitórias em 332 corridas, número difícil de ser ultrapassado pelos atuais competidores diante do equilíbrio entre os pilotos. Cacá Bueno vem na sequência com cinco troféus da Stock Car e é piloto mais próximo a bater os números de Ingo.

 

Ano Campeão Equipe Carro
1979 Paulo Gomes Opala Chevrolet
1980 Ingo Hoffmann Opala Chevrolet
1981 Afonso Giaffone Júnior Opala Chevrolet
1982 Alencar Jr. Opala Chevrolet
1983 Paulo Gomes Opala Chevrolet
1984 Paulo Gomes Opala Chevrolet
1985 Ingo Hoffmann Opala Chevrolet
1986 Marcos Gracia Opala Chevrolet
1987 Zeca Giaffone Opala Chevrolet
1988 Fábio Sotto Mayor Opala Chevrolet
1989 Ingo Hoffmann Opala Chevrolet
1990 Ingo Hoffmann Opala Chevrolet
1991 Ingo Hoffmann / Ângelo Giombelli Opala Chevrolet
1992 Ingo Hoffmann / Ângelo Giombelli Opala Chevrolet
1993 Ingo Hoffmann / Ângelo Giombelli Opala Chevrolet
1994 Ingo Hoffmann Omega Chevrolet
1995 Paulo Gomes Omega Chevrolet
1996 Ingo Hoffmann Action Power Omega Chevrolet
1997 Ingo Hoffmann Action Power Omega Chevrolet
1998 Ingo Hoffmann Action Power Omega Chevrolet
1999 Chico Serra WB Motorsports Omega Chevrolet
2000 Chico Serra WB Motorsports Vectra Chevrolet
2001 Chico Serra WB Motorsports Vectra Chevrolet
2002 Ingo Hoffmann JF Racing Vectra Chevrolet
2003 David Muffato Boettger Vectra Chevrolet
2004 Giuliano Losacco RC Competições Astra Chevrolet
2005 Giuliano Losacco Andreas Mattheis Astra Chevrolet
2006 Cacá Bueno RC Competições Mitsubishi Lancer
2007 Cacá Bueno RC Competições Mitsubishi Lancer
2008 Ricardo Maurício WA Mattheis Peugeot 307
2009 Cacá Bueno WA Mattheis Peugeot 307
2010 Max Wilson RC Competições Vectra Chevrolet
2011 Cacá Bueno RedBull / WA Mattheis Peugeot 408
2012 Cacá Bueno RedBull / WA Mattheis Sonic Chevrolet
2013 Ricardo Maurício Eurofarma RC Sonic Chevrolet
2014 Rubens Barrichello Full Time Sonic Chevrolet
2015 Marcos Gomes Voxx Racing Peugeot 408
2016 Felipe Fraga Cimed Racing Peugeot 408
2017 Daniel Serra Eurofarma RC Chevrolet Cruze
2018 Daniel Serra Eurofarma RC Chevrolet Cruze

Fonte: História da Stock Car

Author: Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *